Biolegitimidade e políticas sociais é tema de palestra do PPGAS/UFMT

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social/UFMT convida para a palestra “Biolegitimidade, direitos e políticas sociais: novos regimes biopolíticos no campo da saúde no Brasil” que será proferida pela professora dra. Sônia Weidner Maluf, antropóloga da Universidade Federal de Santa Catarina, no dia 16 de setembro, às 15h, no Auditório do Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia. A professora Sônia Weidner Maluf é uma das referências recentes mais importantes na antropologia urbana e do contemporâneo, nos estudos da pessoa, da corporalidade, do gênero e da narrativa. Suas pesquisas desafiam os campos das políticas públicas, da saúde mental e das religiosidades brasileiras. Nesta palestra, Sônia Maluf vai apresentar “uma reflexão sobre um aspecto cada vez mais presente nas políticas sociais contemporâneas: a biolegitimidade como um dispositivo de produção de direitos, de reconhecimento e de acesso a serviços e atendimento por parte do Estado, e também como meio de reivindicação e de conquista de direitos”.

cartaz-sonia-web

Doutora em Antropologia Social e Etnologia pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, França (1996), Sônia Maluf é professora associada IV da Universidade Federal de Santa Catarina, docente do PPGAS/UFSC e do PPGICH/UFSC. É formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1984) e mestre em Antropologia Social pela UFSC (1989). Fez pós-doutorado na Nottingham Trent University e na London School of Economics (2004-2005) e na Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (2011-2012). É pesquisadora associada do IRIS/EHESS. Publicou os livros Encontros noturnos: bruxas e bruxarias na Lagoa da Conceição (1993) e Les enfants du verseau au pays des terreiros: les cultures thérapeutiques et spirituelles alternatives au Sud du Brésil (1998), além de várias coletâneas, artigos e capítulos de livros. Foi editora da Revista Estudos Feministas. Coordena o Núcleo de Antropologia do Contemporâneo (www.transes.ufsc.br) e é Coordenadora Executiva do Instituto Brasil Plural/INCT/CNPq (brasilplural.paginas.ufsc.br) e vice-diretora do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC.

Serviço
Palestra: Biolegitimidade, direitos e políticas sociais: novos regimes biopolíticos no campo da saúde no Brasil, com a prof. Dra. Sônia Weidner Maluf
Local: Museu Rondon/UFMT
Data: 16 de setembro, às 15h
Realização:
Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social/UFMT
Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia/UFMT
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Brasil Plural/UFSC/UFAM
Pró Reitoria de Pós-Graduação/UFMT
Esta entrada foi publicada em palestra. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *